Ações de cobrança de condomínios caem 89% em junho

Ações de cobrança de condomínios caem 89% em junho

As ações de cobrança de condomínios por falta de pagamento caíram 89% em junho, comparadas ao mesmo período do ano anterior. No total, foram 92 ações contra 874 no ano passado. Os números são do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) e divulgados pela Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (AABIC).

No primeiro semestre de 2016, onde foram registradas 1.758 ações, houve queda significativa de 66% em comparação com 2015, que obteve 5.194 ações movidas.

Na variação mensal, a queda foi de 16% em comparação com maio, em que foram registradas 109 ações de cobranças. A queda significativa ocorreu devido à mudança nos critérios do Novo Código de Processo Civil.

Ações Locatícias

As ações locatícias tiveram queda de 15% no primeiro semestre de 2016. No total, foram registradas 8.229 ações, contra 9.727 ações no mesmo período do ano anterior. Os números são do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) e divulgados pela Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (AABIC).

Somente no mês de junho de 2016, foram registradas 1.803 ações, obtendo variação de 11% se comparado com junho de 2015 (1.626 ações). Em comparação com o mês de maio (1.768 ações), há um aumento de 2%.

A falta de pagamento de aluguel continua como o principal motivo das ações, representando 88% do total, valor registrado em maio. As ações ordinárias somaram 6,49%, enquanto as ações Renovatórias e Consignatórias somaram 4,83% e 0,72%, respectivamente.

(Redação – Agência IN)

Banner Ebook Novo Código Civil e o Condomínio

Deixe seu comentário

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*