8 dicas para se ter uma academia no condomínio

8 dicas para se ter uma academia no condomínio
academia em condominio

A possibilidade de ter uma academia no condomínio contribui para a qualidade de vida dos condôminos e agrega valor ao empreendimento. Cada vez mais cresce o número de moradores que utilizam as salas de ginástica. O principal motivo é a comodidade de ter um espaço fitness por perto, economizando o tempo gasto em deslocamento além de trazer uma oportunidade de se exercitar a qualquer hora, sem depender dos horários das academias.

Mas para que a área destinada a exercícios cumpra seu papel com os moradores, é preciso que seja muito bem planejada. A seguir listamos seis dicas para se ter uma academia de qualidade no condomínio.

1. Escolha do local

Escolha um local de fácil acesso e com espaço que comporte pelo menos 20% dos condôminos. A academia deve ser acessível a todos os moradores e o tamanho é essencial para que as pessoas se sintam confortáveis ao praticar a atividade física. Não é aconselhável ter uma academia em outros andares que não seja o térreo, pois o impacto resultante dos equipamentos e atividades pode incomodar os condôminos dos andares de baixo.

2. Projeto

Um bom projeto de academia é aquele que atende a necessidade dos condôminos e que oferece segurança durante as atividades. Portanto, o planejamento da estrutura, desde a escolha do melhor piso até a dos equipamentos, deve ser feito por profissionais responsáveis. Procure conhecer o histórico de quem você está confiando esse trabalho.
Neste projeto, é muito importante estarem inclusos alguns itens, muitas vezes esquecidos pelos condomínios: bebedouros, banheiros, álcool para higienização dos aparelhos e colchonetes.

3. Equipamentos

A academia deve possuir equipamentos profissionais. Eles são mais resistentes que os de uso residencial, evitando que o condomínio gaste com manutenção frequente. Além do auxílio de um profissional de educação física na hora de escolher os equipamentos, também pode-se fazer uma pesquisa com os condôminos para saber quais eles preferem utilizar. Equipamentos necessários: esteiras, bicicletas ergométricas, colchonetes, halteres, caneleiras, bastão e estação de musculação são essenciais.

4. Manutenção dos equipamentos

É de extrema importância que os equipamentos passem por manutenção periódica, pois o uso excessivo, acaba desgastando-os. A avaliação deve ser feita, preferencialmente, por um profissional. Existem empresas especializadas na manutenção desses equipamentos. O ideal é definir em assembleia qual empresa fará isso, até mesmo para que os condôminos tenham a chance de buscar um melhor orçamento.

5. Cartilha de utilização

Assim como todo ambiente de uso comum, a academia deve ter regras. Criar uma cartilha de utilização do espaço é fundamental para que todos usufruam da melhor forma. Informações de como utilizar os equipamentos, sua conservação e até limpeza ou higiene são alguns tópicos essenciais. Essas informações podem estar em cartazes fixados nas paredes, para lembrar o condômino. Deve haver dias e horários de funcionamento que deve respeitar as leis do prédio ou condomínio e uma cláusula dando ao usuário a responsabilidade de repor qualquer equipamento por ele danificado.

6. Personal Trainer

Segundo o Conselho Federal de Educação Física (CONFEF), é obrigatória a contratação de um profissional de educação física no momento em que o condomínio oferece o espaço para prática de exercícios. Caso contrário, a responsabilidade é do condomínio se algum usuário sofrer qualquer tipo de lesão no local.

7. Exame médico

É necessário a liberação de um médico para a prática de atividade física do morador, assim como também um termo de responsabilidade assinado pelo mesmo, por eventuais danos a saúde.

8. Acesso restrito

É importante deixar liberado o acesso a academia somente para moradores do condomínio.

 

Com essas dicas, você pode criar um espaço funcional e ao mesmo tempo agradável. Os condôminos vão adorar a ideia!

 

Fontes: http://www.auxiliadorapredial.com.br/ e http://www.maisequilibrio.com.br/

 

Banner Ebook Novo Código Civil e o Condomínio

Deixe seu comentário

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*